Farmacêutica sediada em Itapevi fabricará vacinas da Pfizer

Read Time:1 Minute, 24 Second
Divulgação

A Pfizer e a BioNTech anunciaram ontem  (26) a assinatura de uma carta de intenções com a farmacêutica brasileira Eurofarma para a produção de vacina contra a covid-19. A vacina será produzida no Brasil e distribuída em toda a América Latina.

De acordo com o comunicado das empresas, as atividades de transferência técnica, desenvolvimento no local e instalação de equipamentos começarão imediatamente.

A farmacêutica alemã tem sede brasileira no município de Itapevi, na grande São Paulo e esta construindo uma  nova fabrica em Montes Claros- MG  para a produção de antibióticos e fármacos sólidos e hormonais, visando atender aos mercados do Brasil e da América Latina. Ainda não há informações se as vacinas serão produzidas em Itapevi ou Montes Claros.

A expectativa é que Eurofarma seja capaz de produzir 100 milhões de doses por ano, que devem começar a ser entregues em 2022.  A vacina fabricada pela Pfizer/BioNTech, chamada de ComiRNAty, já está sendo aplicada no Brasil por meio do Programa Nacional de Imunizações (PNI). Mas até então ela vinha do exterior pronta para aplicação.

Essa vacina utiliza uma nova tecnologia, com RNA mensageiro (mRNA). Segundo a Pfizer, esse tipo de vacina carrega o código genético do vírus que contém as instruções para que as células do corpo produzam determinadas proteínas.

Ou seja, elas atuam introduzindo nas células do organismo a sequência de RNA mensageiro, que contém a receita para que essas células produzam uma proteína específica do vírus. Uma vez que essa proteína seja processada dentro do corpo e exposta ao nosso sistema imunológico, este pode identificá-la como algo estranho, um antígeno e criar imunidade contra ele.

Happy
Happy
0 %
Sad
Sad
0 %
Excited
Excited
0 %
Sleepy
Sleepy
0 %
Angry
Angry
0 %
Surprise
Surprise
0 %

Average Rating

5 Star
0%
4 Star
0%
3 Star
0%
2 Star
0%
1 Star
0%

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.